Receitas Brasileiras e Portuguesas
EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Dicas e SugestõesDicas Para Um Bom Churrasco

Dicas Para Um Bom Churrasco

Por

 

Dicas Para Um Bom Churrasco

Reunir os amigos, assar aquela carne deliciosa e saborear uma boa bebida não tem nada igual, não é mesmo? Pensando nisso decidimos dar algumas dicas que facilitarão sua vida na hora de organizar um churrasco e, ainda, vão garantir o sucesso do seu cardápio. Veja:

Local de compra
Dê preferência para a compra da carne em estabelecimentos de sua confiança, fique sempre atento a higiene do local. Lembre-se, as carnes devem permanecer refrigeradas e não expostas ao ambiente. No local de compra, verifique se o balcão frigorifico é mantido em temperatura constante, isso é extremamente importante para a conservação das propriedades e sabor da carne. Alguns açougues aproveitam-se do consumidor e utilizam um sistema de iluminação do balcão com lâmpadas avermelhadas, mascarando a real cor das peças, fique atento. A organização é outro ponto importante, cada produto deve ter seu lugar. Cortes de diferentes espécies, como bovino, suínos e aves, não devem jamais estar misturados.

Embalagens
Hoje se encontra carne a venda tanto no balcão do açougue como em pequenas bandejas de isopor ou em embalagens a vácuo. Prefira sempre as carnes embaladas, tanto no vácuo como em bandejas. Algumas dessas últimas podem se utilizar do sistema de “atmosfera modificada” que é uma mistura de oxigênio com gás carbônico injetada na embalagem para manter a qualidade da peça e prolongara sua vida útil. Nesse tipo de embalagem, a carne chega a durar até 10 dias, mesmo no refrigerador doméstico.

Carne Inspecionada
Todo produto de origem animal deve ser avaliado por algum serviço de inspeção federal, estadual ou municipal que discrimina as informações sobre os produtos em suas embalagens. Carnes que não possuam o selo de inspeção provavelmente são de origem duvidosa. A inspeção é realizada por um médico veterinário especializado, esse profissional é treinado para analisar as carnes minuciosamente. As embalagens têm em sua etiqueta a identificação do corte, o número do serviço de inspeção (abreviado como S.I.F na inspeção federal), o nome do frigorífico, a origem, a

data de embalagem e/ou de validade e o sexo do animal. Sempre que possível, dê preferência a esse tipo de carne, pois você estará comprando um produto com garantia de segurança e procedência qualificada.

Maturação
A maturação é uma técnica de amaciamento das carnes totalmente natural. Para tal, o alimento descansa de 21 a 30 dias a zero grau, embalada a vacúo para inibir a proliferação de bactérias. As próprias enzimas da carne a deixam macia e, o melhor, não alteram em nada sua textura. Com esse procedimento, mesmo carnes consideradas duras, como bisteca e alcatra, ficam tenras e deliciosas na grelha.

De primeira ou de segunda?
Essa dúvida ainda persegue os brasileiros. Mas a resposta é simples. Não existe carne de “primeira” ou carne de “segunda”. Toda carne é de primeira se o gado for saudável. Convém explicar que a sabedoria popular não esta totalmente enganada. Se colocadas na grelha durante um curto período de tempo, a carne de “primeira” e a carne de “segunda”, a diferença entre as duas será nítida. A de “primeira” ficará muito mais macia e saborosa que a de “segunda”, que permanecerá dura. Essa diferença ocorre porque as carnes ditas de “segunda” tem alto valor de colágeno que enrijece com o calor seco da grelha, em contrapartida, o colágeno se liquidifica na presença de calor e umidade. Motivo pelo qual as carnes de “segunda” dão ótimos ensopados. O grande teor de colágeno existe especificamente nestas carnes, pois elas provêm de músculos pequenos que, unidos em grupos, são importantes na função motora e dão sustentação as partes vitais do animal, ou seja, aquelas que mais se movimentam, como a cabeça, tórax e abdômen. Já as carnes de “primeira” provem de músculos grandes e individualizados, situados em regiões de pouco movimento, como o dorso, a pelve e a coxa, e em geral possuem um teor de colágeno bem menor. Atualmente, o processo de maturação auxilia a derrubar esse mito de “primeira” e de “segunda”. Afinal, não importa a categoria das carnes, sabendo de sua procedência e origem, todas oferecerão um maravilhoso churrasco.

via-ideal receitas

loading…


Share Button

Deixe o seu comentário

Back to Top